Netos do Bispo Edir Macedo desmentem denúncias: “Nós não fomos raptados” - Fofoca no ar!

[Fechar]

Prefeitura-01

Notícias Recentes

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Netos do Bispo Edir Macedo desmentem denúncias: “Nós não fomos raptados”

Os netos de Edir Macedo ao lado da filha, Viviane Freitas, e do genro, o Bispo Júlio Freitas

O casal de netos adotados do bispo Edir Macedo, Louis Carlos de Andrade e Vera de Andrade, publicaram um vídeo no YouTube negando as acusações da emissora portuguesa TVI, que apresenta uma série trazendo à tona um suposto esquema de tráfico de crianças ligado à Igreja Universal do Reino de Deus.
Em um vídeo de 2 minutos, os dois se apresentam dizendo estarem tristes por perderem um irmão recentemente, e negam que eles tenham sido adotados por Viviane Freitas, filha de Edir Macedo, no esquema de tráfico publicado.
“Estamos emocionalmente abalados e a TVI está dizendo coisas à nosso respeito que não são verdadeiras. Estão dizendo que nós fomos raptados pela cúpula da Igreja Universal, mas nós não fomos raptados”, afirmou Louis.
Segundo ele, suas adoções se deram legalmente por uma família norte-americana, e que viveram até os 20 anos nos Estados Unidos. Apesar de terem dupla cidadania, americana e portuguesa, não são fruto da denúncia amplamente divulgada.
“Fomos acolhidos por uma família que nos ama e vivemos muito bem com eles. Queremos dizer à TVI que não é justo, de forma nenhuma, o que eles estão fazendo conosco. E queremos o direito de resposta a vocês”, disse o neto de Macedo.
Já Vera de Andrade cita as entidades que autorizaram a adoção deles em Portugal, como a Santa Casa de Misericórdia, o Tribunal de Família de Lisboa e a Segurança Social.
“Fizeram uma reportagem sem abordar esses três e sem verificar estes processos. E, ainda, basearam a vossa reportagem em fatos que não são verdadeiros. (…) Quero dizer, como cidadã portuguesa, que eu vou exigir o meu direito, por me sentir lesada, e, desde já, eu e meu irmão proibimos que a nossa imagem ou nome seja divulgado na TV ou em qualquer outro meio social”, completou.
Confira depoimento dos irmãos:

Fonte: Rd1

Nenhum comentário:

Postar um comentário