Frota e Bolsonaro. Foto – reprodução.
A cada dia que passa, o nome de Jair Bolsonaro (PSL/RJ) ganha espaço na mídia por conta de suas declarações. E desta vez, sobrou até mesmo para Alexandre Frota, um de seus mais ativos cabos eleitorais.
Na quarta-feira (28), o pré-candidato à presidência da República, em um vídeo publicado por Frota no Twitter, aparece o convidando para assumir o Ministério da Cultura. “Se você quer me ver presidente, um dia eu quero te ver Ministro da Cultura, já imaginou, cara?”, diz Bolsonaro.

 Rapidamente, vários perfis nas redes sociais começaram a replicar o discurso. Porém, na manhã do dia seguinte, o deputado federal simplesmente revogou tudo o que disse no vídeo e, além disso, disse que acabaria com o ministério.

“A mídia age de má fé novamente, agora alegando que defini quem será o Ministro da Cultura baseando-se em um vídeo descontraído. Fake News! Não escolhi Ministro da Cultura, até porque, chegando lá, nem existirá esse Ministério, será uma secretaria dentro do Ministério da Educação”, disparou.
Fonte: Rd1