Olá meus fofoqueiros e fofoqueiras de plantão, a fofoca de hoje é babado. 


Neste último sábado (14/07) o ministro da Educação esteve em Eunápolis para assinatura do credenciamento da Faculdade de Medicina na rede Pitágoras no Hotel Portal.

Durante a coletiva, o ministro e o deputado Elmar foram pegos de surpresa com a comparação que o repórter Pablo Falante fez durante sua pergunta ao ministro.

Com toda educação, Pablo Falante começou dizendo:

“Boa noite Ministro, é de conhecimento de todos  que a Prefeitura de Eunápolis tem um papel fundamental para vinda do curso para cidade, o próprio Robério Oliveira não mediu esforços para que o curso viesse para o município. O que o  senhor tem a falar sobre o papel da Prefeitura de Eunápolis na vinda do curso? E só reiterando uma coisa que até discordo do SENHOR, quando chamou o Eumar de Eunápolis (no começo da fala do ministro na coletiva de imprensa ele fez uma brincadeira dizendo que a cidade deveria se chamar Eunápolis pela junção do nome do deputado Eumar), o deputado é a primeira vez que vem em nossa cidade, podemos então considerá-lo político copa do mundo, que só aparece de quatro em quatro anos.


O Ministro Rossieli Soares respondeu:

"Eu discordo totalmente de você, por que quando a gente tem uma preocupação como ele tem, acho que até por respeito a gente deveria ter um direcionamento a ele, eu fiz uma brincadeira  tomei uma liberdade e sei o quanto do envolvimento dele nesse processo, assim como tivemos  um esforço grande para que pudéssemos autorizar hoje. O envolvimento da Prefeitura é sempre  necessário para aprovação do município para recebê-lo, qualquer munício para receber o curso de medicina precisa apresentar as condições, como a aérea de saúde  tem que ter um hospital, com vagas para o trabalho e tem que ter uma parceria com a instituição  por que se não a gente teria que construir um hospital privado e isso nunca seria possível e a Lei do Mais Médicos estabeleceu acordo e o município de Eunápolis cumpriu na época do edital apenas 9 município cumpriram esse formato e Eunápolis cumpriu, a parceria é sim muito importante..."

Em momento algum, com todo respeito, a reportagem questionou o mérito do deputado, o questionamento foi devido  ao fato do deputado aparecer na cidade justamente em época eleitoral, além de achar totalmente deselegante com os eunapolitanos o ministro querer associar a cidade ao nome do deputado. Sejamos sinceros, o nobre parlamentar mal conhece a cidade e as necessidades da região.

Para alguns fui antiético, indelicado e etc. Não importa o que pensem. Tenho minha liberdade de expressão, e minha voz ninguém pode calar. Eu sou Pablo Falante Sem Corte & Sem Mentira, doa a quem doer. Eunápolis tem uma história a ser respeitada, que não pode ser associada a uma simples visita de um deputado que JAMAIS esteve por aqui! Será que a indelicadeza foi realmente minha?