Uma das mais importantes estruturas públicas para a melhoria do serviço de saúde prestado à população de Eunápolis está sendo readequada, ampliada e recuperada em ritmo acelerado. Fala-se da Unidade de Pronto Atendimento - UPA, situada no bairro Rosa Neto, que, com recursos próprios, vem sendo reestruturada pela Prefeitura de Eunápolis para que possa então entrar em funcionamento. 


 De acordo com o secretário de Infraestrutura, Pedro Bonomo, além da reforma e recuperação total da estrutura, no local está sendo realizado também um trabalho de ampliação e readequação aos padrões exigidos pelo Ministério da Saúde. “As obras contam com ampliação da recepção, mais um DML, novos banheiros adulto, infantil, e de servidores, uma sala para guardar macas e cadeiras de rodas, mais um almoxarifado, ampliação da cozinha com dispensa, um quarto de repouso para servidores, estrutura de caixa d’água para 5 mil litros para alimentar o hidrante, além da revisão na parte estrutural e de cobertura, elétrica, hidráulica e de sistema de oxigênio”, explicou o secretário.

A pedido do prefeito Robério Oliveira, as obras, com cronograma de conclusão de 6 meses, tem previsão de entrega para dezembro, com 3 meses de trabalhos. “O prefeito solicitou da Infraestrutura agilidade nas obras pois temos pressa de fazer com que a UPA funcione, por isso os trabalhos na obra estão seguindo de segunda à sábado, e já estamos também bastante adiantados no planejamento para o funcionamento da unidade, no que diz respeito a equipamentos e equipe de trabalho. O objetivo do prefeito é colocar a UPA para funcionar tão logo sejam concluídas as obras”, contou o secretário de Saúde Rodrigo Kuada.



 O prefeito Robério Oliveira falou da necessidade do funcionamento da UPA no município. “Em 2012 deixamos a estrutura da UPA pronta para o funcionamento, atendendo aos padrões da época, porém, ao assumir em 2017 encontrei uma estrutura abandonada e totalmente desestruturada. Mas Eunápolis tem pressa e eu tenho o compromisso com a nossa população e com a nossa saúde pública para que a UPA funcione, pela necessidade que o município tem de uma estrutura como essa na saúde pública, que desafogue o Hospital Regional e seja a porta de entrada das urgências em nosso município. Em breve ela estará em pleno funcionamento”, concluiu o prefeito Robério Oliveira.