Vice-prefeito Baiôco e o ex prefeito Neto Guerrieri juntos deram poucos votos para seus candidatos e saem como grandes derrotados


 Olá meus fofoqueiros e minhas fofoqueiras, o babado hoje é forte! Transferindo 1900 mil votos a seu candidato a deputado estadual e pouco mais de 2 mil ao seu federal, a Corrente do Bem mostrou que mesmo tendo à frente um vice-prefeito Flávio Baiôco e um ex-prefeito Neto Guerrieri, não tem voto nem prestígio. 

Fingindo comemorar a vitória de seus candidatos, a dupla dos nanicos políticos de Eunápolis amargurou uma grande derrota pessoal, confirmando que não tem força política na cidade para alcançar a cadeira do executivo, apesar de venderem essa esperança aos poucos que os acompanham. Cá entre nós, meus fofoqueiros é fofoqueiras, isso é algo que até eles mesmos já sabiam, senão o ex-prefeito teria vindo para reeleição ou se candidatado a deputado estadual. 

No fim das contas, a dupla dinâmica não tem motivos para comemorar, afinal, juntos têm menos votos que Tetéa do Jegue. Uma derrota política histórica para alguém que teve um pai com um nome tão forte na política de Eunápolis e acabou de deixar a Prefeitura pregando moralidade, apesar de ter tido as contas rejeitadas pela Câmara dos Vereadores de Eunápolis.

A corrente enferrujou e mostrou que o ex prefeito não representatividade política e sem Robério eles não são nada.