Silvio assedia Cláudia Leitte (Foto: Reprodução)
Nesta última semana um dos assuntos mais comentados na mídia foi a polêmica envolvendo Silvio Santos e Claudia Leitte. Além da repercussão nas redes sociais, o caso acabou ganhando destaque também na mídia internacional. Na edição desta quinta-feira, 15 de novembro, o The Guardian cedeu espaço para a notícia.

O importante jornal britânico referiu-se a Silvio Santos como “um dos mais poderosos magnatas da TV da América do Sul que há décadas é uma figura presente nos televisores brasileiros”, e afirmou que muitos telespectadores “exigem que ele seja retirado do ar após uma série de comentários impróprios e ofensivos”.

Além disso, a publicação chegou a mencionar a parte em que Silvio Santos fala das roupas de Claudia Leitte e chegou a citar a vitória de Jair Bolsonaro, enaltecendo suas qualidades conservadoras. “A ascensão de Bolsonaro provocou uma reação sincera de brasileiros, que se desesperam com atitudes autoritárias e sexistas”, diz.

E prossegue: “Muitos veem Santos como parte da mesma mentalidade machista”. Algumas opiniões de importantes sociólogos são citadas afirmando que foi assédio sexual, assim como o jornal fez questão de enaltecer que que alguns telespectadores ficaram ao lado de Silvio Santos, visto que ele estava apenas brincando com a situação.

Fonte: Tvfoco