25 de Março - Dia Nacional do Orgulho Gay - Bastidores da política e do mundo da fama!

Notícias Recentes

segunda-feira, 25 de março de 2019

25 de Março - Dia Nacional do Orgulho Gay

Foto: Reprodução


Primeiramente preciso explicar que existem duas datas: O Dia Nacional do Orgulho Gay, que é celebrado hoje, dia 25 de março, e o Dia Internacional do Orgulho Gay, que é comemorado no dia 28 de junho. E apesar de distantes, tanto uma data como a outra, levantam a bandeira da descriminalização da homossexualidade e o reconhecimento dos direitos civis dos homossexuais.

A celebração mundial existe para lembrar o ano de 1969, quando os gays de Stonewall, nos EUA, não aguentavam mais serem humilhados por policiais e resolveram enfrentá-los. 28 de junho marca uma data de luta política pelos direitos civis da comunidade LGBT no mundo inteiro. Mas porque ter orgulho de fazer parte de um grupo ainda tão discriminado pela sociedade?

Para o acadêmico de serviço social, Humberto Ramos, o orgulho deve existir por simplesmente ser quem é. Ele cresceu em Bela Vista, interior de Mato Grosso do Sul, em uma cidade onde preconceito ainda é forte. Ao se mudar para Campo Grande, viu na Capital uma forma de se “libertar” e mostrar ao mundo a sua verdade.
Em outras palavras encontrou a felicidade e se aceitou. Porém, segundo Humberto, essa mesma felicidade só existe quando se tem apoio da família e, principalmente, o indivíduo se aceita. “Eu já nasci gay e tenho orgulho de ser assim”, diz o estudante de 33 anos.

Já o símbolo master da beleza masculina, o Mister Brasil Diversidade 2013, Carlos Gabriel, explica que a expressão correta deveria ser “Dia Nacional de Orgulho e Coragem Gay”. “Devemos nos orgulhar da nossa coragem em mostrar que existimos, que não somos diferentes de ninguém, viemos e vamos todos para um mesmo lugar e estamos sujeitos todos aos mesmos riscos”, afirma.

Nós, gays, não devemos ter vergonha de nossa sexualidade, pois sentimentos não escolhem raça, idade ou sexo. Felicidade e realização estão dentro de cada um e não diz respeito ao outro. No fim das contas somos todos pertencentes à raça humana, portanto, iguais perante às leis de Deus e dos homens”, completa o Mister Brasil.
Fonte: topmidianews

Nenhum comentário:

Postar um comentário