Após William Bonner anunciar demissão, Globo é desmascarada por jornalista e é envolvida em grande polêmica - Fofoca no ar!

[Fechar]

Prefeitura-01

Notícias Recentes

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Após William Bonner anunciar demissão, Globo é desmascarada por jornalista e é envolvida em grande polêmica

William Bonner no comando do Jornal Nacional, principal noticiário da TV Globo (Foto: Reprodução/Globo)

 Maior emissora da América Latina, a TV Globo pode estar prestes a entrar em uma nova polêmica, dessa vez envolvendo uma suposta parceria do canal com os procuradores da força tarefa da Lava Jato e com o ex-juiz federal e atual ministro da Justiça Sergio Moro. Pelo menos foi o que deu a entender o jornalista norte-americano Glenn Greenwald, fundador e editor-chefe do site “The Intercept Brasil”, responsável por recentes reportagens que caíram como uma bomba no centro político do país: Brasília.

Em recente entrevista à Agência Publica, Glenn Greenwald comentou a repercussão das reportagens veiculadas na tarde do último domingo, 09, no The Intercept Brasil, que trouxe supostas conversas entre Sergio Moro e o procurador Deltan Dellagnol, que teriam agido em conluio para prender o ex-presidente Lula.

Para Glenn Greenwald, depois das matérias publicadas no The Intercept Brasil ele disse achar que, “com exceção da Globo, a grande mídia está reportando o material de forma mais ou menos justa, com a gravidade que merece”.
Casado com o deputado federal do PSOL-RJ David Miranda, Glenn Greenwald é um jornalista reconhecido internacionalmente, vencedor do prêmio Pulitzer, o Oscar do jornalismo, pelas reportagens do caso Snowden. Radicado no Brasil, o comunicador não foi taxativo sobre em qual deve ser os próximos passos referente às matérias a serem veiculadas no The Intercept Brasil, mas ele dá como certa a parceria entre a Globo e a Lava Jato. “A Globo é sócia, agente e aliada de Moro e da Lava Jato”, afirmou.
“É incrível porque, para mim, o tempo todo, a grande mídia não estava reportando sobre a Lava Jato, ela estava trabalhando para a Lava Jato. Com uma exceção que é a Folha de S. Paulo. A Folha, para mim, manteve uma distância, uma independência, estava criticando, questionando… Mas a Globo, Estadão, Veja, o tempo todo estavam simplesmente recebendo vazamentos, publicando o que a Força Tarefa queria que eles publicassem. Mas, na realidade, preciso falar que depois de publicar o que publicamos, acho que com uma exceção, que é a Globo, a grande mídia está reportando o material de forma mais ou menos justa, com a gravidade que merece”, disse Glenn Greenwald.
Ao ser questionado pelo repórter de A Pública se nos documentos “que vocês ainda estão trabalhando vão aponta uma relação mais próxima da Globo nesse processo com Dallagnol e Moro”, Glenn Greenwald respondeu: “Eu não posso falar muito sobre os documentos que ainda não publicamos porque isso não é responsável. Precisa passar pelo processo editorial mas, sim, posso falar que exatamente como disse hoje, a Globo foi para a Força Tarefa da Lava Jato aliada, amiga, parceira, sócia. Assim como a Força Tarefa da Lava Jato foi o mesmo para a Globo”.
Até o momento, a TV Globo não se manifestou sobre as insinuações feitas pelo repórter do The Intercept Brasil.
Em tempo: o site prometeu tentar divulgar, ainda esta semana, novas revelações bombásticas sobre os bastidores da Lava Jato e o envolvimento do hoje ministro Sergio Moro no caso. Será que a Globo estará envolvida? Resta aguardar.

FONTE: TVFOCO

Nenhum comentário:

Postar um comentário