Desesperado após acusação de estupro, Neymar chora e implora para técnico não o demitir da seleção - Fofoca no ar!

[Fechar]

Prefeitura-01

Notícias Recentes

terça-feira, 4 de junho de 2019

Desesperado após acusação de estupro, Neymar chora e implora para técnico não o demitir da seleção

Neymar Jr teve conversa com o técnico Tite (Foto: Reprodução/Instagram)
Os últimos dias têm sido difíceis para o camisa 10 da seleção brasileira, Neymar. Isso porque, na semana passada, uma grave acusação de estupro contra o jogador foi noticiada na mídia e rapidamente se espalhou por todo o mundo, tornando o brasileiro um dos assuntos mais comentados das redes sociais por horas. No meio de tudo isso, até o posto de titular na seleção canarinha foi posto em xeque, e ele precisou implorar ao técnico Tite por uma chance.

Agora, de acordo com informações do Globo Esporte, nesse domingo, 02, Tite teve um encontro particular com Neymar e, durante a conversa, o atleta teria chorado copiosamente e implorou para não perder seu posto na seleção. Ainda, o camisa 10 teria negado veementemente as acusações e disse estar cansado de tanta confusão.

“Eu tive duas conversas com ele (Neymar), de cunho particular. Isso é meu e dele. Não tinha mais gente. Nós sabemos o que falamos, não tem meias-verdades. Como aconteceu em relação à capitania e a importância de ele estar agora focado ao trabalho”, afirmou Tite ao abordar o bate-papo com o atleta.

Vale ressaltar que essa não foi a primeira conversa privada entre Tite e Neymar neste ano. Antes da acusação de estupro, o jogador foi chamado para conversa no particular para ser informado que perderia o posto de capitão da seleção por causa do mau comportamento do brasileiro durante partida pelo PSG da França, quando ele agrediu outra pessoa – quem assumirá o posto de capitão é Daniel Alves.
Desde que as acusações de estupro vieram à tona, Neymar viu-se no meio de um furacão. O episódio, que ainda tramita na Justiça, somado a outros recentes do atleta, fizeram com que o Real Madrid praticamente desista de contratar o brasileiro, que pode estar com os dias contados no PSG da França.
Em meio a tudo isso, Neymar contou com o apoio de Tite, que disse não preferir julgar o atleta, e permitiu que o mesmo continue com seus trabalhos em dia na seleção – o Brasil enfrenta o Catar nesta quarta-feira, às 21h30, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Fonte: Tvfoco

Nenhum comentário:

Postar um comentário