Sogra de Rafael Miguel revela para Datena que negou apoio a filha por motivo doloroso: “deixou o meu rosto desfigurado” - Fofoca no ar!

[Fechar]

Prefeitura-01

Notícias Recentes

quinta-feira, 13 de junho de 2019

Sogra de Rafael Miguel revela para Datena que negou apoio a filha por motivo doloroso: “deixou o meu rosto desfigurado”


 A sogra de Rafael Miguel, Vanessa Tibcherani, deu uma nova entrevista à Band, no Brasil Urgente para Datena. Ela aparece bem emocionada e revela absurdos que teve que passar ao lado do pai de Isabela Tibcherani. O homem fazia absurdos com ela e a filha e ela conta que o medo tomou conta do coração dela após a tragédia, por isso não apoiou a filha a denunciar o pai e fugiu temendo o que poderia ser feito pelo suposto assassino.

Vanessa Tibcherani, revelou na Band que era espancada pelo marido há nada menos que 21 anos. “Ele já havia me agredido algumas vezes, quebrou a minha costela e deixou o meu rosto desfigurado. Há 21 anos sou espancada”, lamentou. Agora, para ela, sua vida parece ter acabado: “Não tenho mais vontade de viver”.

“Não temo por mim, temo pela vida dos meus filhos, pela vida das pessoas que nos abrigam”, relata a mulher. Em seguida, ela recebeu o apoio da filha.
“Mãe eu te amo, vai ficar tudo bem. Estou muito orgulhosa da senhora”, declarou Isabela Tibcherani, namorada de Rafael Miguel, ao vivo na Band.
“Eu quero que a Justiça seja feita de todas as formas. Eu não apoio o que ele fez”, afirmou a mãe da namorada do ator Rafael Miguel e mulher do principal suspeito do crime, Paulo Cupertino, o Madureira para Datena na Band. Rafael Miguel e os pais foram mortos a tiros no último domingo (9).
Anteriormente, Isabela Tibcherani, 18 anos, havia revelado que a mãe dela não vai ajudar nas investigações do triplo assassinato que culminou na morte do ator Rafael Miguel, 22 anos, e dos pais dele. O pai de Isabela, Paulo Cupertino Matias, 48 anos, é o principal suspeito dos crimes e ainda está foragido. Para denunciar seu paradeiro, ligar para o 181, que é garantido o anonimato do denunciante. O ator e os pais foram sepultados nesta segunda-feira (10) no Cemitério Campo Grande, na zona sul da cidade de São Paulo.
Os corpos de Rafael Miguel, João Alcisio Miguel e Miriam Selma Miguel, foram enterrados à tarde. Durante o cortejo fúnebre, familiares e amigos caminharam ao som de Ave Maria. Emocionada, Isabela foi amparada por amigos. Ela depositou girassóis e um ursinho de pelúcia no túmulo do namorado. “Rafael salvou a minha vida. Ele foi um herói, os pais deles criaram um príncipe, um anjo”, disse Isabela ao deixar o local. A irmã do ator, Camilla, não quis falar com a imprensa e chorava muito.
Isabela havia dito que está sem o apoio da mãe no processo que ainda vai enfrentar até a prisão do pai. “Minha mãe não está do meu lado, por incrível que pareça. Ela não vai ajudar as investigações, mas nem vai precisar disso porque já conseguiram imagens dele. Se fosse pra contar com ela, eu estaria sozinha. Não quero nem vê-la”, disse a jovem ao Datena.
A namorada de Rafael afirmou os defeitos do pai, mas não confirmou nem depôs ainda sobre suposto abuso sexual sofrido desde os 14 anos de idade. Vizinhos de Isabela contaram a polícia que Paulo era extremamente ciumento, que abusava da filha e agredia sua esposa. Ao descobrir a gravidez da filha, o suspeito ficou revoltado e acabou executando a família de Rafael. Segundo informações, Isabela não formalizou a denúncia.
“Ele é misógino, agressor, odeia mulheres e acha que mulher só serve para lavar, passar e cozinhar. Ainda não consigo acreditar, mas estou me esforçando. Juro que o máximo que pensei que fosse possível era meu pai sair na mão [briga de socos]. Mas quando eles [Rafael e os pais] chegaram, ele me mandou entrar e começou a atirar”, declarou Isabela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário