Super estrutura digital marca novo “Jornal da Record” - Fofoca no ar!

[Fechar]

Prefeitura-01

Notícias Recentes

segunda-feira, 9 de setembro de 2019

Super estrutura digital marca novo “Jornal da Record”

Sergio Aguiar, Janine Borba, Adriana Araújo e Celso Freitas estarão no comando do novo “Jornal da Record” (Imagem: Edu Moraes / Record)
Record reuniu toda a imprensa na última quinta-feira (5) para divulgar o novo “Jornal da Record”, que terá cenário repaginado, bem como inserções ao longo da programação. Diante dos jornalistas, Antonio Guerreiro, vice-presidente de jornalismo da emissora, explicou as novidades que virão a partir desta segunda-feira (9), às 21h30.

Nós queremos trazer o telespectador/internauta/usuário, aquele que acessa nossa programação todos os dias por qualquer plataforma, para a nossa redação, nossa mesa de pauta. Nós temos, meste mês de setembro, as comemorações do portal ‘R7.com’; logo na sequência começamos a implantar uma série de ações transmídia na programação da Record, quando não era moda ainda“, iniciou Guerreiro.

Eu vou citar a primeira ação que fizemos, lá em 2010, com o ‘Jornal da Record News’, que eu cito este exemplo com o Heródoto Barbeiro porque, nas academias/universidades, é um exemplo que vem sendo usado como teses a respeito deste telejornal que foi o primeiro transmídia da televisão brasileira“, destacou.
Nós começamos a colocar o Heródoto Barbeiro entrando 15 minutos antes [do jornal começar na TV], na internet, e durante os breaks comerciais. A Record News saia para o intervalo na televisão e ele continuava ao vivo na TV. Depois que o jornal terminava, ele seguia mais 15 minutos ao vivo na internet”, relembrou o vice-presidente.
Guerreiro prosseguiu contando que “a reunião de pauta da Record News é transmitida pela internet até hoje. Muitos desses elementos, agora, vão para o ‘Jornal da Record’, que passa a ter, além da sua edição diária, às 21h30, uma na parte da manhã, duas na parte da tarde e uma, à meia-noite e meia, especificamente com conteúdo diverso daquela edição que temos às 21h30. Ela será feita com a participação dos telespectadores por meio do R7.com, Playplus e redes sociais para que possamos confeccionar juntos este novo telejornal“, contou.
Além da Record, teremos 24 boletins por dia na Record News, que também terá um novo ‘Jornal da Record’. O Playplus e o R7.com, junto com as plataformas, ganharão um novo conteúdo. É bom reforçar que faremos um conteúdo específico, respeitando cada plataforma“, contou o diretor de jornalismo da RecordTV.

Jornal feito para redes sociais

Antonio Guerreiro surpreendeu a todos os presentes ao revelar que a Record vai fazer, além do tradicional “Jornal da Record”, na TV, outros “jornais” para as redes sociais, especificamente. “Teremos um ‘JR’ em Stories para o Instagram. Teremos um telejornal feito em tweets pata o Twitter, além de um informativo feito em formato de memes para Facebook, ou seja, adaptaremos a linguagem televisiva para cada plataforma de consumo“, revelou.
A partir de agora, quem acessar o ‘JR’ pelas plataformas digitais, na RecordTV ou na Record News, verá um telejornal mais vibrante privilegiando a programação ao vivo com novos 45 minutos que entram na programação da Record, então, passamos a ter 14 horas diárias de programação ao vivo em jornalismo na Record e todas essas novidades, passaremos a ver a partir da próxima segunda-feira na tela da Record, dos seus computadores, dos celulares e em qualquer tela que se acesse a Record“, contou.
Eu assumi o jornalismo da Record em janeiro deste ano – estou há dez anos na casa – e me foi pedido isso: uma reinvenção da maneira de se levar a notícia. Hoje, temos o controle da informação na palma de nossas mãos e queremos trazer essas pessoas que consomem notícias por meio de outras plataformas. Cada vez mais, o jornalismo está fazendo um papel de curadoria com profissionais importantes para se dizer a verdade em meio às fakes news“, concluiu.
Sobre os investimentos da Record serem uma resposta à concorrência, Antonio Guerreiro disse que tudo faz parte de uma movimentação de mercado. “É uma resposta aos anseios dos telespectadores e aos nossos próprios. É uma ação de fortalecimento da verdade. É claro que vemos um movimento da concorrência, mas isso é saudável que todos se movam, pois ganham todos. Quando se há movimento no mercado, é positivo para todos“, disse o diretor da Record.

Patrocinadores milionários

Walter Zagari, vice-presidente comercial da emissora, contou que se soubesse que as transformações ocorridas seria de tal porte, teria pedido muito mais nos pacotes de patrocínio do novo telejornal.
Se estou bem surpreendido, porque seu soubesse que fosse usar as plataformas todas como foi falado, eu pediria um valor muito maior. Nós colocamos o plano pedindo meio bilhão de reais por ano, para dois patrocinadores. Mesmo nesse momento de dificuldade que o país está vivendo, não dá para pensarmos em retroceder. O Brasil vai dar certo e o grupo todo sabe que o país vai dar certo. Esta semana saiu um relatório do PIB que mostrou que crescemos e ficamos em terceiro lugar do mundo. Temos que ser otimistas“, indicou o executivo.
O jornalismo é a coisa mais importante do mundo em comunicação por conta da notícia. Se você quer saber de turismo, novela, informação, viagens etc você verá uma notícia. Então, o jornalismo está abraçando tudo e é isso que vamos trazer para este novo jornal“, disse Zagari.
Nós temos 16 horas de jornalismo, sendo 14 horas ao vivo. Tanto é que quando soltamos o plano em tempo recorde, vendemos uma cota para Bradesco para que tenha acesso a todas as plataformas digitais e teremos outra cota de patrocínio vendida nos próximos dias. Isso mostra que estamos cada vez mais presentes no mercado e inovando junto com ele. O jornalismo vai seguir imperando conosco e no mercado e eu tenho certeza que o novo jornal vai ser um sucesso, pois comercialmente, já é. […] Nossa ideia é que tenhamos os clientes mais presentes em nossa programação“, finalizou Zagari.

Fonte: RD1.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário