Na penúltima semana de novembro, o Brasil ficou chocado ao saber da morte de Gugu Liberato, depois de um grave acidente doméstico. Mesmo com o sentimento de luto, a família do saudoso apresentador pretende transformar esse momento em algo positivo.
De acordo com a assessoria de Gugu, seus familiares pretendem criar uma campanha que incentive a doação de órgãos no Brasil.
O informe diz o seguinte: “Após saberem que o ato de doar os órgãos fez com que aumentasse o número de telefonemas e doações de órgãos para a Central Nacional de Transplantes, mãe e irmãos de Gugu estudam agora uma ação associada à Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos e/ou Ministério da Saúde para esclarecer a população sobre o tema, alavancar essa discussão e, consequentemente, aumentar o número de doadores“.
Conforme aponta a coluna de Flávio Ricco, a decisão de doarem os órgãos do falecido apresentador pode beneficiar até 50 pacientes. Esse número é expressivo devido ao fato do sistema de doação dos Estados Unidos ser mais avançado, com técnicas de transplante que ainda não existem no Brasil.
O assunto [da campanha de doação] começou a ser discutido entre familiares e será administrado pessoalmente por eles e/ou pessoa designada futuramente. Por enquanto trata-se de um projeto empenhado em perpetuar o desejo de Gugu“, comunicou a assessoria, no fim da nota.

Gugu Liberato faleceu depois de ter caído de uma altura de aproximadamente 4 metros, na sua casa em Orlando (EUA), ao ajeitar o ar-condicionado. Com a queda, bateu a cabeça na quina de um móvel e teve a morte cerebral declarada.

Último programa de Gugu

Com uma emocionante homenagem a Gugu Liberato, o reality Canta Comigo chegou ao fim nesta quarta-feira (4). A atração da Record bateu seu recorde de audiência, considerando as duas temporadas – a de 2018 e a de 2019 –, garantindo a vice-liderança. O público elegeu, por meio do portal R7, o haitiano Franson como campeão; os três resultados possíveis da votação foram gravados por Gugu há semanas.
De acordo com dados obtidos na Grande São Paulo, o Canta Comigo emplacou 8,6 pontos, 10 de pico e 16% de participação no número de televisores ligados (share), entre 22h40 e 0h29. No Rio de Janeiro, foram 7 pontos, 10 de pico e 14% de share. O campeão Franson arrebatou 72,8% dos votos, levando para casa o prêmio de R$ 300 mil.
Após o anúncio, foram exibidos momentos de Gugu Liberato aos risos, ao som de O Bêbado e a Equilibrista – composição de Aldir Blanc e João Bosco, eternizada por Elis Regina. Por fim, imagens de um dos especiais do Canta Comigo, com estrelas da Record e da concorrência aplaudindo o apresentador – Marcos Mion, Sabrina Sato, Sônia Abrão e Xuxa Meneghel, dentre estas.
Augusto Liberato sofreu um acidente em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos, no último dia 20. Ele caiu de uma altura de 4 metros enquanto fazia um reparo no ar condicionado. A cabeça foi a parte mais atingida na queda; dois dias depois, a morte cerebral foi decretada. Após os procedimentos de doação de órgãos e repatriação do corpo, Gugu foi sepultado em São Paulo na última sexta-feira (29).

O Canta Comigo foi apenas um dos projetos do apresentador na Record. Ele estreou na emissora, após fazer história no SBT, com o Programa do Gugu (2009). Em 2013, deixou a casa, retornando no ano seguinte, através de sua produtora, com uma atração de variedades exibida nas noites de quarta-feira. Em 2018, assumiu, além do reality musical, o Power Couple Brasil.
Fonte: RD1