Mesmo o município tendo suspendido apenas benefícios salariais, não tendo realizado corte nos salários reais do servidor, alguns sentiram um grande impacto nas suas finanças devido a cobrança dos empréstimos consignados, que baseavam-se no valor salarial com benefícios e vantagens. Pensando em solucionar esse problema, o prefeito Robério Oliveira se reuniu na manhã desta quinta-feira (14/05), com representantes da Caixa Econômica Federal e entregou uma solicitação para suspensão dessa cobrança pelo prazo de 90 dias.

Na reunião, estavam presentes o Superintendente Executivo Raul Tozo e os Gerentes Gerais de Rede, Rodrigo Silva e Adelson Farias, que acenaram positivamente à proposta, afirmando que será encaminhada para aprovação do jurídico da instituição para que a suspensão possa ser autorizada.

“Estamos vivendo uma pandemia e a redução das despesas neste momento é a única maneira de organizarmos as finanças da Prefeitura para que não nos faltem recursos para os serviços essenciais, e principalmente, para a Saúde. Porém, identificamos que o grande problema no recebimento dos servidores ocorreu devido à cobrança em folha dos empréstimos consignados. Este é um momento difícil para todos, que nos exigem sacrifícios, sensibilidade e parcerias. Precisamos entender que com os esforços de todos, superaremos essa pandemia”, concluiu o prefeito Robério.