Queda na arrecadação impacta finanças da Prefeitura de Eunápolis


 Com previsão de queda nas arrecadações de mais de R$ 38 milhões, a Prefeitura de Eunápolis sente os impactos financeiros causados pela pandemia do novo coronavírus. O levantamento realizado pelo município mostrou que nos meses de abril e maio de 2020, em comparação com o mesmo período de 2019, houve uma significativa queda de arrecadação de mais de R$ 6 milhões, e se comparado às previsões orçamentárias para estes dois meses do ano, o prejuízo chega a mais de R$ 13 milhões de reais.
O secretário de Finanças, Valdiran Marques explicou que o município não lançou o IPTU 2020 com objetivo de reduzir os impactos nas finanças dos eunapolitanos, e com a suspensão das atividades comerciais, que reflete diretamente nas finanças da Prefeitura, o impacto sentido pelo município é muito grande. “Em Eunápolis, grande parte da receita é proveniente de tributos municipais, gerados pela atividade comercial que se encontra suspensa. Nosso objetivo hoje é buscar um equilíbrio das contas públicas, por isso a necessidade de cortar despesas”, afirmou.
As previsões financeiras são muito preocupantes, pois a Lei Complementar 173/2020 do Governo Federal, prevê a reposição de cerca de R$ 10 milhões apenas. “Além deste valor não chegar a 30% da previsão de queda da arrecadação (38 milhões), ele será dividido em quatro parcelas. Estamos trabalhando para manter as atividades básicas, como folha de pagamento e serviços essenciais. É uma situação muito grave, sem precedentes. Todos sentirão os impactos, mas estamos priorizando a vida, pois esta não se recupera”, disse o prefeito Robério Oliveira.
Share on Google Plus

About Pablo Falante

0 Post a Comment:

Postar um comentário