Desde a última semana, ações alheias ao nosso controle vem ocorrendo, impedindo o correto funcionamento da Coleta de Lixo. Queremos esclarecer que o pagamento da empresa responsável pela coleta está em dia e que não há nenhum tipo de impedimento econômico para que a coleta ocorresse.


Vamos aos fatos.


Na última semana, um dos caminhões de nossa frota sofreu um ataque criminoso, o que impediu a coleta de lixo. Restabelecemos o serviço por meio de escolta policial nesta segunda-feira (28/12) com um plano emergencial para funcionamento durante todo o dia.



Porém, mais uma vez fomos surpreendidos com uma nova situação, trabalhadores do antigo ‘lixão’ acamparam na porta do galpão de limpeza pública impedindo a saída dos caminhões. Os manifestantes afirmam que estão sendo prejudicados devido aos resíduos sólidos do município estarem sendo depositados agora no Aterro Sanitário, em cumprimento à Lei Federal N° 12305/2010.


Buscamos solucionar a situação junto à Polícia Militar, mas não obtivemos sucesso. Realizamos também o cadastro das famílias por meio da Secretaria de Assistência Social, doando a eles cestas básicas, porém até o momento, os manifestantes não desocuparam o galpão da limpeza.



Manifestamos nosso repúdio a esta situação e continuamos buscando soluções para o impasse, para que nesta quinta-feira a coleta possa ser reestabelecida. Diante de tantos fatos ‘alheios’, só nos cabe imaginar se seriam estas ações distintas, mera coincidência, ou se o intuito é prejudicar o fechamento de um mandato de muito trabalho e grandes conquistas. 


Pedimos desculpas à população e o entendimento de todos quanto à este fato, visto que em 12 anos de mandato jamais algo dessa natureza aconteceu, o que nos leva a caracterizar tal situação como politiqueira e irresponsável.