A Faculdade Unesulbahia, da Rede UniFTC, participa da 14ª temporada do programa Saúde na Estrada, dos postos Ipiranga. A iniciativa de responsabilidade social, que chegou ao município de Eunápolis nesta terça-feira (13), percorre de norte a sul do país, disponibilizando atendimento e exames de saúde variados de forma gratuita a qualquer pessoa, de caminhoneiros às comunidades do entorno. 


Aproximadamente 40 alunos do curso de Enfermagem da Unesulbahia auxiliaram no atendimento ao público. Nos dois dias de evento, quase mil pessoas foram atendidas. Os estudantes no nono semestre tiveram a oportunidade de praticar aferição de pressão arterial, medir bioproteção dos caminhoneiros, glicemia capilar e bioimpedância relacionada aos controles biométricos. Segundo Johan Paulo Rodrigues da Silva, coordenador do curso de Enfermagem, foi uma oportunidade de retirar os alunos do ambiente acadêmico e trazer in loco para o atendimento de um público que está alheio ao processo de  saúde. “O caminhoneiro passa a maior parte da vida viajando e transitando entre cidades. Muitas vezes, não tem esse momento de conhecer e cuidar um pouco da sua saúde”, explica. 


Saúde na Estrada


Com estrutura itinerante e instalada em postos da Ipiranga em rodovias de todo o país, desde sua primeira rota, o Saúde na Estrada já realizou mais de 550 mil atendimentos, dos quais 200 mil foram realizados com caminhoneiros. Houve passagem em 190 municípios diferentes, em rotas que já percorreram mais de 400 mil km do Brasil. No total, são mais de 1.300 eventos, envolvendo mais de 40 mil profissionais de saúde voluntários.


O Programa ainda realiza a distribuição de material informativo que promove a saúde e a prevenção de doenças, com dicas para o profissional da estrada viver melhor. Além disso, os caminhoneiros recebem orientações de conscientização sobre a violência sexual de crianças e adolescentes nas estradas. Essa ação vai ao encontro de uma atitude adotada pela companhia. O programa cumpre com todas as medidas de prevenção à Covid-19 estabelecidas pelo Ministério da Saúde, a fim de assegurar a segurança e saúde de voluntários e participantes.