Bolsonaro sanciona lei e libera venda de toda programação das emissoras de TV

 

Bolsonaro sanciona lei e dá margem para qualquer canal de Tv vender programação sem restrição (Imagem: Reprodução / RedeTV!)

Três meses antes da eleição, o presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou nesta quarta-feira (13) a lei que autoriza que concessões de rádio e TV do país possam transferir o tempo total da sua programação para produtoras independentes. Tal ação ajuda e muito as igrejas.

A medida vai beneficiar as instituições evangélicas, que compram espaço em canais de pouca visibilidade para a veiculação de seu conteúdo.

Com a decisão do presidente Jair Bolsonaro, a nova lei altera o Código Brasileiro de Telecomunicações, em vigência há pelo menos 60 anos.

 controle sobre a publicidade do canal continua sob o comando da concessionária. Isso é uma obrigação mantida pela lei, e não de quem comprar o horário, que pode ficar com até 25% do tempo da publicidade.

Bolsonaro ajuda igrejas evangélicas com nova lei

O projeto, aprovado pelo Senado no dia 21 de junho, faz com que instituições religiosas como a Igreja Universal do Reino de Deus, do bispo Edir Macedo, possam propagar sua visão da Bíblia em mais canais e por mais tempo.

Ao mesmo tempo, quem ganha muito com isso são produtoras independentes. Elas compram espaços nas grades da TV, especialmente dos canais UHF, para outros tipos de conteúdo, como programas de ofertas.

Bolsonaro está disposto a se aliar ainda mais ao clã evangélico, responsável por uma porcentagem gigantesca de votos no país. O ex-presidente Lula (PT) também busca espaço entre as denominações para recuperar o eleitorado perdido nas últimas eleições.


Fonte: RD1


Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.