Luciano Huck dá opinião sobre morte de petista por bolsonarista e divide opiniões

 

Luciano Huck fez comentário sobre caso polêmico (Imagem: Reprodução / Globo)


A morte de Marcelo Arruda, tesoureiro do PT, no final de semana, chamou a atenção de políticos e também de famosos, que repudiaram a atitude violenta do policial bolsonarista que invadiu a festa de 50 anos do militante. Luciano Huck, por exemplo, lamentou a tragédia e falou sobre democracia.

“Diante desta tragédia, só consigo pensar nas crianças que perderam os pais de um jeito tão brutal. Democracia exige tolerância, civilidade e respeito no dissenso. Quando antagonismos políticos matam, morre junto o ideal democrático”, disse o apresentador do Domingão com Huck, da Globo, no Twitter.

Ainda na rede social, o comunicador também escreveu que “até para discordar, precisamos saber ouvir”. “Sem isso, retrocedemos à barbárie. Temos a obrigação de entregar um Brasil melhor do que recebemos. E isso só será possível com diálogo, união e consenso”, completou.

A postagem de Luciano Huck acabou dividindo opiniões entre os seguidores. Um internauta criticou a postura do global: “É difícil demais chamar as coisas pelo nome, né Luciano. Um sujeito estava em casa, com os amigos e família e teve a casa invadida por alguém vociferando ódio. Um apoiador de Bolsonaro fez isso. Que está vivo, no hospital, inclusive. Foi terrorismo, não tem antagonismo aí”.

“Quando vejo pessoas querendo justificar um ato brutal, vejo o quanto estamos longe da humanidade. Não existem antagonistas políticos, existe uma vítimas e um assassino. Queremos justiça, mas a impunidade está tão presente que parece ser o resultado nesse caso”, comentou outro.


Fonte: RD1

Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.