Pais revoltados denunciam que as escolas estão liberando os alunos as 09 da manhã, e o escolar só passa ao meio-dia


 Alguns pais de alunos estão revoltadoscom essa birra da gestora em manter uma queda de braço com a APLB-sindicado e com os professores. Tal imbróglio tem causado danos irreversíveis aos alunos, mas ao invés de cumprir a lei, a gestora quer conduzir com mãos de ferro a situação e mostrar que ela é quem manda, inclusive concedendo inúmeras entrevistas detonando os professores, que em época de campanha, chamava de "Meus amados mestres". Pois bem, hoje em dia os pais estão pagando caro por esta atitude da gestora, que para coisas supérfluas não tem dinheiro, mas para se fazer cumprir a lei, só falta dizer que os cofres eunapolitanos estão vazios.

Outra questão é que o escolar, mesmo oferecendo um serviço "capemba",ainda cumpre o que se propôs a fazer, porém, com a escassez de aulas, os alunos que deveriam chegar em casa ao meio dia, tem retornado para suas residências as 09 da manhã, após somente duas aulas. A pergunta é: Se os filhos da gestora estudassem em escolas públicas, ela trataria com este descaso a educação municipal? Fonte: Leitura do Dia

Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.