Economia no SUS, luxo na Europa: redução na marcação de exames nos postos de saúde revolta os usuários do SUS, em Eunápolis

 


Reiteradas vezes vamos repetir que enquanto a prefeita e seu marido viajam para Barcelona, na Espanha, uma das cidades mais caras e luxuosas do mundo, a pretexto de estar presente em um evento que trará para Eunápolis um modelo de gestão europeu, os usuários dos postos de saúde, a exemplo do Alecrim I e II, Vila Olímpica, Paquetá, Centauro, Antares e Parque da Renovação, estão com o número de exames reduzidos drasticamente.

Para que se entenda a situação, se mensalmente era disponibiliza uma cota de 11 consultas com neurologistas, tais consultas foram reduzidas para 2 ou 3, no máximo. Esta situação já é motivo de uma denúncia a ser protocolada nesta terça-feira, no Ministério Público Estadual, pois é um crime contra a saúde pública. Ou seja, o homem da saúde, como se autointitula Paulo Dapé, e a mulher da saúde humanizada, Cordélia Torres, estarão literalmente matando a população por desassistência na saúde pública.

Pacientes foram ouvidos e alguns funcionários que preferem não se identificar, mas que estão na linha de frente da saúde de Eunápolis, disseram que a nomeação de Pâmela Dadalto foi um desastre para Eunápolis. Se Anara Sartório foi ineficiente, Pâmela será o triplo. Nossa reportagem que não veicula informações sem ouvir os dois lados, enviou o repórter Mestre Binha para ouvir a secretária de saúde.

Fonte: Leitura do Dia


Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.