Ronda pela cidade com Pablo Falante: Programa Consultório na Rua foi abandonado pela prefeita de Eunápolis, Cordélia Torres


 Eis que as maldades da prefeita de Eunápolis, Cordélia Torres, continuam espalhadas pela cidade e dessa vez o abandono é com as pessoas em Situação de Rua.

  No governo do ex-prefeito Robério Oliveira, tínhamos o Programa Consultório na Rua, onde uma equipe multiprofissional ficava diariamente nas ruas da cidade para prestar atendimento de saúde à população em situação de risco, tinha à disposição, enfermeira, assistente social, técnica em enfermagem e agente social. 

Os profissionais atendiam a população no local e os levavam para atendimento na atenção básica, com medicamentos, curativos, grupos terapêuticos, abordagem social e clínica, testes rápidos de HIV e glicose. Hoje estamos vendo as pessoas em Situação de Rua em completo abandono pela prefeita Cordélia Torres, que passa por cima do DECRETO N. 7.053, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2009, que institui a Política Nacional para a População em Situação de Rua e revela os seus mínimos direitos. 


 Além da igualdade e equidade, os moradores em situação de rua têm o direito de respeito à sua dignidade da pessoa humana, à convivência familiar e comunitária, a valorização e respeito à vida e à cidadania, atendimento humanizado e universalizado, respeito às condições sociais e diferenças de origem, raça, idade, nacionalidade, gênero, orientação sexual e religiosa, com atenção especial às pessoas com deficiência.


 Em Eunápolis, a gente nota que a Prefeita Cordélia passa por cima do decreto onde assegura os direitos das pessoas em situação de rua e os deixam abandonados pelas ruas da cidade. 

Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.